Sociedade apática

por Michel Gralha | 03/07/2017

SOCIEDADE APÁTICA

Por Michel Zavagna Gralha

As condições de trabalho são fundamentais para que possamos desenvolver toda a nossa capacidade profissional. Todos os dias, quando chegamos no nosso ambiente laboral, deveríamos procurar estabelecer uma relação saudável e produtiva com nossas atividades, para termos uma vida mais feliz. Nossa saúde mental passa por isso. E tais premissas valem para todas as profissões.

Imagine você chegar no seu trabalho, em condições muito piores do que deveriam ser, com equipamentos defasados e ainda tendo que percorrer ruas lutando por uma sociedade melhor. Para piorar, imagine ter contra si o olhar desconfiado de grupos da população e determinados setores da imprensa. Certamente, muitos daqueles que leram até aqui, já teriam desistido. E desistir significaria o caos para todos os cidadãos de bem que querem uma cidade melhor.

Pois é, a situação narrada é das nossas polícias. Não há mais como esperar os entes públicos para melhorar a segurança. Basta de culparmos o Estado e os políticos. Já sabemos que ambos são ineficazes. Temos que nos organizar e, principalmente, nos envolver. Poderíamos iniciar com nossa rua, nosso bairro e nossa cidade. Ouvimos todos os dias que isto ou aquilo não é problema “meu”, em uma atitude passiva. Esqueçam, este tema virou problema nosso. Precisa haver mudança da legislação e destinação de recursos diretamente para os órgãos de segurança, exatamente como acontece em outros países.

Não é possível conviver com o caixa único que nos desestimula a ajudar, pois o dinheiro acaba direcionado para lugar nenhum, ou melhor, para o mesmo destino dado aos recursos oriundos dos impostos. É preciso melhorar a nossa estrutura de segurança pública para conseguirmos voltar às ruas. Com os níveis de insegurança por aqui, todos, direta ou indiretamente, acabam perdendo. Perdemos vidas, liberdade, profissionais que migram para outros países, novos investimentos. Enfim, se avaliarmos bem, perdemos o nosso direito de um melhor viver. Não há qualquer dúvida, é preciso reagir para não virarmos estatística ou nossa omissão será irreversível.

Michel Gralha

Fundador do escritório Zavagna Gralha Advogados, é especialista nas áreas de Direito Societário, M&A e Direito Empresarial. Após oito anos de atuação em escritórios de advocacia, foi Head do Departamento Jurídico na Lojas Renner, onde também exerceu cargos de Secretário do Conselho de Administração e do Comitê de Remuneração.
Ver mais posts
de Michel Gralha

A preservação dos dados tem que evoluir na mesma velocidade que o mundo digital
por Michel Gralha
09/09/2019
Ler mais Ler mais

Viva!!!!
por Michel Gralha
12/07/2021
Ler mais Ler mais

Cumpra-se a constituição!
por Michel Gralha
20/05/2019
Ler mais Ler mais