TEORIA DA INTERPRETAÇÃO E PRECEDENTES NO CPC/15: a fundamentação como standard de racionalidade estruturante e condição de possibilidade para discursos de aplicação

por Michel Gralha | 30/10/2018

This content is available only on portuguese.

Michel Gralha

Fundador do escritório Zavagna Gralha Advogados, é especialista nas áreas de Direito Societário, M&A e Direito Empresarial. Após oito anos de atuação em escritórios de advocacia, foi Head do Departamento Jurídico na Lojas Renner, onde também exerceu cargos de Secretário do Conselho de Administração e do Comitê de Remuneração.
See more posts
from Michel Gralha

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 1.085/2021
por Zavagna Gralha
09/06/2022
Read more Ler mais

Discurso vazio
por Michel Gralha
16/01/2017
Read more Ler mais

Duvidar para Entender
por Michel Gralha
14/06/2021
Read more Ler mais